(62) 3546-8300 Telefone Fale conosco

Aeródromo traz novos investimentos

Aparecida de Goiânia receberá o Antares Aeródromo Executivo, com lançamento comercial previsto para dezembro deste ano. Com investimento de R$ 100 milhões, a construção deverá começar em 2017, com previsão de entrega até o início de 2020.

Céu de Brigadeiro - Arquiteto Luiz Fernando Cruvinel Teixeira é o responsável pelo aeroporto executivo de Aparecida de Goiânia

Céu de Brigadeiro – Arquiteto Luiz Fernando Cruvinel Teixeira é o responsável pelo aeroporto executivo de Aparecida de Goiânia

 

O projeto será implantado por um grupo de investidores composto pela Tropical Urbanismo e Incorporação, Innovar Urbanismo/Aeroar e CMC/BCI. Com uma área de 409 hectares, o aeródromo tem
previsão de receber hotel, pista para decolagem e pouso com 2.000 metros quadrados, estação de embarque e desembarque, área para helicóptero, pista de acesso aos hangares e estacionamento para
visitantes. Serão ofertados 498 lotes com área média de 1.000 metros quadrados cada, voltados para a construção dos hangares particulares. O modelo de Aparecida, que segue o conceito de Aerotrópolis, é comum nos Estados Unidos, mas ainda pouco visto no Brasil. Segundo o arquiteto e urbanista Luiz Fernando Cruvinel Teixeira, o Xibiu, responsável pelo projeto, o foco agora é no zoneamento de segurança de voo. “Vai ter lugar ao redor que a altura de edifícios não poderá ultrapassar 15 metros. O primeiro raio de segurança é de quatro quilômetros”.

De acordo com o diretor da Innovar Construtora/Aeroar, Romeu da Silva Neiva Júnior, ainda não foi estipulado o valor de cada área a ser comercializada. Ele, porém, garante que há mercado e que os valores serão mais vantajosos do que os apresentados para a locação de espaços no aeroporto Santa Genoveva.

“Os proprietários de aeronaves ou empresas de manutenção que alugam espaços no aeroporto de  Goiânia correm o risco de ter o contrato rompido a qualquer momento”, afirma. Segundo Paulo Roberto da Costa, diretor de empreendimento da Tropical Urbanismo e Incorporação, com localização estratégica, o aeródromo tem tudo para se tornar um polo para empresas de manutenção e, quem sabe, de fabricação de aeronaves. 


O aeródromo de Aparecida já possui todas as licenças ligadas ao comando aéreo necessárias, além de órgãos locais. Espera agora a licença da Secretaria de Meio Ambiente (Secima), que deve sair nos próximos 20 dias.

Aeródromo-traz-novos-investimentos---Jornal-O-Popular

Fonte: http://www.opopular.com.br/editorias/economia/aer%C3%B3dromo-traz-novos-investimentos-1.1108714?usarChave=true